5-razoes-para-voce-se-engajar-na-comunidade-do-seu-coworking (1)

5 RAZÕES PARA VOCÊ SE ENGAJAR NA COMUNIDADE DO SEU COWORKING

A palavra coworking chegou com tudo e passou a dar nome para um segmento até então chamado de “escritório virtual”. Quando o cliente contrata o serviço de coworking, ele aluga apenas uma mesa de trabalho em espaço a ser dividido com outros profissionais. Mas o fato é que hoje, ao fazer uma busca na internet, a palavra mais usada é “coworking”, mesmo que o cliente esteja procurando por uma sala privativa.

E esta palavrinha veio recheada de outros conceitos, como, por exemplo:

COMPARTILHAMENTO – SUSTENTABILIDADE – NETWORKING – COMUNIDADE

Fazer parte de um ambiente compartilhado pode trazer diversos benefícios. Alguns deles são:

  • Redução de custos
  • Foco no seu core business
  • Flexibilidade contratual
  • Ambiente profissional

Participar de uma comunidade significa, de fato, se fazer presente. Portanto, engajar-se ou não é uma opção de cada um. No fundo muita gente sonha com os grandes negócios que fará por estar em um coworking, mas não se esforça para fomentar estas oportunidades.

E já que temos conhecimento de causa sobre o desafio de integrar as pessoas, listamos aqui 5 razões para incentivar você a se engajar na comunidade do seu coworking:

  1. Aprendizado com outros profissionais.

A diversidade gera oportunidades riquíssimas de troca entre segmentos. Imagine poder tomar um café com uma pessoa de marketing e almoçar com um advogado? Além disso, quantos erros podemos deixar de cometer se conseguirmos aprender com as experiências dos demais?

  1. Novas parcerias.

Muitas vezes você fará networking com pessoas de segmentos complementares ao seu. Ideias podem surgir e talvez você possa atuar em conjunto com outro coworker. Um designer de interiores sentando ao lado de um arquiteto, por exemplo, é um prato cheio para uma parceria.

  1. Você só almoça sozinho se quiser.

Se você quer fazer networking o lema deveria ser “nunca almoce sozinho”. Mas é claro que em alguns dias queremos apenas descansar a cabeça neste horário. De qualquer maneira, com a crescente de espaços comuns nos coworkings, os refeitórios ganharam força e acabam sendo um local de grande interação entre as pessoas.

  1. Quanto mais você se engaja, mais em casa você se sente.

O ideal é que os escritórios compartilhados se moldem aos clientes de forma que todos se sintam parte de algo maior. O coworking envolve pessoas autônomas ou de diversas empresas em uma cultura própria. Quanto mais você participa, mais à vontade você vai se sentir. E isso influenciará no seu prazer de frequentar o coworking e possivelmente na sua produtividade.

  1. Novos propósitos

Toda participação em um grupo nos ensina sobre o ser humano e, portanto, sobre nós mesmos. Dependendo do nível de engajamento da comunidade do seu coworking, muita coisa pode acontecer. Você pode mentorar informalmente um outro coworker, pode se envolver em ações sociais ou em grupos de discussão de determinado assunto. Enfim… trata-se de abrir-se para novas possibilidades.

Lembre-se: estar em um ambiente compartilhado significa estar sendo observado a todo momento. São diversas chances por dia para interagir ou não. A escolha é sua.

Espero que depois deste texto você tenha chegado à conclusão de que se envolver pode valer muito a pena.

Confira também: 5 dicas para turbinar seu networking em um coworking

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, como podemos lhe ajudar?