Quais profissionais podem trabalhar em um espaço de coworking?

coworking é ideal para profissionais que procuram por uma boa estrutura para trabalhar, mas fogem do modelo tradicional dos escritórios. 

O compartilhamento é a peça chave para fazer com que este lugar funcione, já que profissionais com diferentes cargos e de diversas áreas de atuação dividem os mesmos materiais e espaços. Criando uma comunidade ímpar e diversificada.  

Se você é fã de uma boa troca de experiências, criatividade, inovação, praticidade e networking, o coworking pode ser o lugar perfeito para você! Neste espaço, comunicadores, advogados, psicólogos, criativos, e administradores conseguem atender clientes, realizar chamadas de vídeos e finalizar seus projetos em um ambiente desenvolvido especialmente para isso. Além de ser uma excelente opção para a realização de encontros e reuniões com colaboradores. 

Locais compartilhados estão ganhando cada vez mais adeptos no mercado. Atualmente, o trabalho remoto é uma tendência facilitadora que permite que profissionais e empresas de diferentes lugares estejam conectados e trabalhando juntos, mesmo à distância. Pensando nisso, o coworking é uma boa alternativa para quem não quer se prender ao escritório ou home office. 

Além disso, em um coworking você também pode optar por sala de reunião privativa ou salas fixas caso queira um pouco mais de privacidade. Sem falar na opção de planos híbridos que pode contar com o uso do espaço compartilhado, sala privativas ou cabines telefônicas. 

Trabalhar diariamente e por um longo período de tempo no mesmo local, pode trazer certa desmotivação e tédio para algumas pessoas. Especialmente na área criativa, é essencial que seus profissionais estejam inspirados. Logo, experimentar o espaço compartilhado é uma maneira de explorar novos ares, conhecer pessoas, ter novas ideias e recarregar as energias. 

 

coworking funciona para todo tipo de profissional?  

Algumas tarefas exigem uma maior discrição e por conta disso, nem sempre é possível fazer uso do espaço em algumas profissões. Por outro lado, o número de profissionais que podem realizar suas atividades em coworking vem crescendo expressivamente. Inclusive, devido à pandemia e ao aumento dos trabalhos remotos. 

Para quem trabalha na área criativa, o uso do coworking pode ser uma opção também para aguçar a criatividade. Por ser um local fora de casa ou do escritório, existe a possibilidade de encontrar estímulos diferentes do que de costume, como um item de decoração e a vista do local. Designers, redatores, arquitetos, publicitários e roteiristas trabalham bem nestes espaços. 

A versatilidade e a internet de qualidade chamam a atenção dos profissionais de T.I. Além disso, muitos também escolhem estes lugares pela organização e foco constante, já que todas as pessoas presentes estão ali para trabalhar. Livre de distrações! 

Apesar de não ser tão comum, profissionais da área de saúde também podem utilizar os espaços compartilhados. Psicólogos já tinham permissão para realizar consultas online antes mesmo da pandemia, entretanto, essa ferramenta é novidade para nutricionistas, ginecologistas e outros especialistas que agora podem realizar atendimentos, acompanhar pacientes e tirar dúvidas pela internet. Logo, o coworking se tornou uma opção para esses profissionais. E claro, o espaço também pode ser utilizado esporadicamente, vez ou outra. O que não exclui completamente a possibilidade do uso desse espaço para esses e outros profissionais. 

Quem atua na área acadêmica também pode aderir ao coworking! Pesquisadores, tradutores, professores de idiomas e cursos online estão aptos para aproveitar esse espaço. Assim como profissionais da comunicação, como assessores, editores de vídeos e podcasts. 

A versatilidade e o visual do coworking também são atrativos para advogados, coaches, administradores e contadores. Além disso, a possibilidade de aumento da rede de contatos também é um ponto positivo do espaço compartilhado! 

 

Por falar em pontos positivos, confira os 6 principais benefícios do coworking: 

  • É mais sustentável: compartilhar um espaço e itens de trabalho com diferentes pessoas diminui a chance de desperdícios, principalmente de materiais de escritório e eletricidade. 
  • Possibilita ampliar sua rede de contatos e clientes, além de exercitar e melhorar a interação social. 

Você pode conferir nosso texto sobre comunidades que surgem no coworking clicando aqui.

  • Para autônomos, mostra profissionalismo. Já que é um excelente lugar para receber colaboradores e clientes. 
  • Possui espaços desenvolvidos para estimular o foco e a criatividade dos profissionais. 
  • É mais barato que manter um escritório privativo e mais fácil de se instalar, basta escolher o seu espaço e levar o computador. 
  • Cria uma distância entre a casa e o trabalho. Fazendo home office durante a pandemia, muitas pessoas encontraram dificuldades de se desconectar do trabalho. Com o coworking, isso está resolvido! 

 

4 Dicas para aproveitar melhor o seu tempo no coworking: 

  • É essencial manter a organização e higienização do espaço durante seu uso. Evite deixar sujeira ou bagunça para trás.  
  • Se você trabalha com arquitetura e urbanismo, vai adorar as mesas grandes que esses ambientes costumam oferecer. Aproveite para trabalhar em seus projetos, mas lembre-se de que outras pessoas também estão utilizando este espaço. 
  • Seja gentil com seus coworkers! Cumprimente, deseje bom dia e convide para um cafezinho no fim do expediente. Todo mundo curte um café com boa companhia. 
  • Observe o que os outros profissionais estão fazendo a fim de evitar transtornos. Fique atento ao conversar em voz alta, ouvir música ou assistir a vídeos. Sempre que possível, utilize fones de ouvido. 

Profissionais autônomos e freelancers são grandes adeptos dos locais de trabalho compartilhados. Isso se dá, principalmente, pela versatilidade que ambos carregam. Um profissional autônomo ou freelancer consegue, muitas vezes, criar sua própria rotina de trabalho, sem interferência do contratante. Logo, são responsáveis por definir a carga horária de trabalho, a demanda diária e até mesmo de onde querem realizar suas tarefas.  

coworking se adapta perfeitamente a essa modalidade de trabalho. Já que oferece tudo o que o profissional precisa para dar conta de suas funções e por um custo reduzido. Além de possibilitar a interação e convivência com outras pessoas, algo que muitos freelas sentem falta durante sua jornada de trabalho. 

 

3 Dados sobre o coworking no Brasil e no mundo:  

  • Os jovens entre 25 e 35 anos são os principais adeptos do coworking, representando cerca de 40% dos usuários no país.  
  • Durante a pandemia, ao menos 2 em cada 3 coworkings ficaram fechados. Alguns por razões próprias, outros por conta das medidas de segurança dos estados e municípios.  
  • De acordo com o Global Coworking Map, em pouco mais de 10 anos, os espaços de trabalho compartilhados chegaram a todos os continentes. 

Apesar de apresentar vários pontos positivos para seus participantes, o coworking pode ser extremamente desafiante para algumas pessoas. Acostumados com a rotina tranquila e às vezes até silenciosa do escritório, muitos profissionais encontram dificuldades para lidar com as possíveis distrações do espaço compartilhado. 

Uma conversa, uma ligação, o som de uma música distante, as notificações do celular, uma tarefa interessante executada pelo coworker… As distrações podem surgir de diferentes formas, colocando toda nossa força de vontade à prova em mais um dia de trabalho. Mas, engana-se quem pensa que não existe maneira de lidar com elas! Pensando nisso, reunimos métodos e dicas para combater a falta de atenção. Confira: 

Comece planejando o dia: anote horários e tarefas de maneira que fique possível enxergar com clareza tudo o que precisa ser feito. Assim, fica mais fácil controlar o fluxo do dia a dia. 

Priorize as tarefas mais difíceis: há quem prefira executar as mais simples primeiro, mas convenhamos, depois de resolver um problemão, o dia costuma fluir muito melhor, não é? 

Invista em métodos de foco, organização e otimização de tempo: a técnica pomodoro é uma das ferramentas mais famosas e utilizadas para alimentar a criatividade e a atenção. Experimente! 

Trabalhe offline: Pode ser uma tarefa difícil para muitos profissionais, mas sempre há alguma tarefa que seja possível realizar, ou pelo menos adiantar, com papel e caneta. Ficar um pouco longe das telas pode ser extremamente benéfico para a sua jornada de trabalho. 

Reserve momentos ao longo do dia para checar e-mails e mensagens: a ansiedade para ler e responder e-mails pode ser uma grande inimiga da concentração. Faça um planejamento com ao menos 3 momentos destinados a isso, como no início da manhã, após o almoço e no fim da tarde.  

Faça pausas: descansar é tão importante quanto manter o foco. Mente e corpo cansados não são bons em produzir. Dê uma volta, tome um café e converse com um colega durante os intervalos. 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, como podemos lhe ajudar?